Warning: Use of undefined constant PWP_NAME - assumed 'PWP_NAME' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/mindlab3/public_html/mindgroup.cc/wp-content/mu-plugins/wpengine-common/wpe-sec.php on line 63

Warning: Parameter 2 to WPE\Site_Preview::the_posts() expected to be a reference, value given in /home/mindlab3/public_html/mindgroup.cc/wp-includes/class-wp-hook.php on line 287
4 razões pelas quais seus professores podem estar desmotivados - Mind Group | Comunidade Internacional de Cooperação na Educação

A escola está em plena transformação desde o início do século 21. As novas tecnologias estão sendo implantadas em salas de aula, mas já fazem parte do cotidiano dos alunos, que tratam a internet e aparelhos móveis como algo natural e inerente a eles. Quando a escola e os educadores não aproveitam essa mudança de comportamento para mudar também os métodos de ensino, os professores se veem em uma posição de insatisfação.

Além desse, há outros motivos que contribuem para a falta de motivação dos professores. Muitos países do mundo já promovem mudanças no currículo e na forma de ensinar, levando em conta as mudanças comportamentais, as necessidades de alunos e pais e a evolução tecnológica. Escolas e professores acompanham esse processo, com o objetivo de reduzir o impacto desses problemas na educação.
A insatisfação por parte do professor interfere muito na vida escolar dos alunos, já que ele é seu principal exemplo no que diz respeito a vida escolar. Preparamos uma lista de quatro razões pelas quais os professores podem estar insatisfeitos nos dias de hoje. São problemas gerados pelas mudanças citadas acima. Veja a seguir!

Falta de participação dos pais na vida escolar dos filhos

Hoje, é muito mais comum que ambos os pais trabalhem fora e dediquem mais tempo à carreira. Isso faz com que a educação dos filhos, por falta dessa dedicação, fique muitas vezes em segundo plano dentro de casa. Basicamente, a escola se torna quase que totalmente responsável pela educação, e isso gera cobrança por parte dos pais.
É compreensível que o tempo dedicado ao trabalho seja maior devido a intensa concorrência do mercado de trabalho. Contudo, isso faz com que os pais não acompanhem tanto o desenvolvimento escolar dos filhos. O resultado é que os professores (e a escola) passam a desempenhar funções que vão muito além de suas obrigações como educadores. Para amenizar esse problema, é importante que a escola implemente um canal de comunicação entre os educadores e os pais, para alertar sobre o rendimento dos filhos e incentivar essa aproximação com novas formas de participação na vida escolar dos alunos.

Falta de atualização do professor

Os jovens de hoje, mesmo as crianças, dominam a tecnologia de forma muito natural. Lidam com computadores, celulares e tablets sem medo e aprendem com rapidez. Assistem a vídeos, baixam músicas, acessam redes sociais, postam fotos e interagem com o mundo o tempo todo, tudo isso sem grandes mistérios.
Como prender a atenção desse aluno em sala de aula com métodos de ensino utilizados há 30 anos? Os métodos utilizados na última década não são adaptados a realidade da geração Z e podem fazer com que o aluno se desmotive e não se engaje nas aulas. Essa falta de participação na sala de aula também leva o o professor a uma frustração de sentir seu trabalho desprezado.
As aulas precisam ser mais envolventes, com atividades interativas, próximas do cotidiano dos alunos. Por isso, o professor deve atualizar seus métodos de ensino. Os coordenadores, orientadores e diretores também podem ter uma importante participação nessa mudança, buscando novas técnicas de ensino e auxiliando os professores nessa aplicação.

Pouco interesse dos alunos

Os dois fatores citados acima são os que mais contribuem para a falta de interesse dos alunos pela escola. A falta de cobranças e acompanhamento das famílias faz com que o filho não aprenda a valorizar o estudo. Enquanto a falta de atualização dos professores não destaca a escola na rotina dos alunos, que passam a ve-la muito mais como uma obrigação que um momento de aprendizado importante para seu futuro.
As consequências dessa falta de interesse são diversas, como o desrespeito ao professor, a defasagem no aprendizado e a desistência dos estudos. Essas consequências contribuem para aumentar a desmotivação dos professores.

O professor de hoje é diferente daquele do século passado

A docência hoje exige características um tanto quanto diferentes das que eram empregadas a 5 anos atrás. Além de desempenhar papeis que antes eram dos pais, os educadres devem descobrir uma nova forma de engajar os alunos a cada dia.
O mundo muda a cada instante e todos mudamos com ele. Para as crianças e jovens, essa mudança é ainda mais rápida, já que eles tem muito mais capacidade de aceitar e conviver com a mudança. Eles nasceram em um mundo de constante mudança. Para engajar o aluno que está sempre por dentro do que há de novo, o professor deve estar por dentro do que há de novo. Jovens e até crianças tem acesso a muito mais fontes de informaçção e demonstram independência e curiosidades que são muito diferentes das manifestadas há 20 anos. Essa é uma questão que, se compreendida e aplicada na realidade da escola, pode mudar a realidade dos professores brasileiros.
Acreditamos que a situação da falta de motivação por parte dos professores na escola pode ser revertida com dedicação de toda a escola em busca de novas práticas de ensino e engajamento e com o envolvimento mais intenso da família na vida escolar dos alunos.
E você? Tem alguma sugestão que possa ajudar a mudar esse cenário? Sabe de algum outro problema que causa insatisfação no professor? Deixe sua opinião nos comentários! Para receber nossos conteúdos gratuitamente em seu e-mail assine nossa newsletter clicando aqui.
 banner-CTA-estudo20141

Comentários

comentários