Não importa o tamanho da sua escola ou a grandeza de recursos que possui, é possível inovar e trazer boas práticas para captar alunos. Este é um dos maiores dilemas das escolas que desejam reverter um cenário que configura salas vazias e poucos recursos para investir na aquisição de novos estudantes. Por isso, ressaltamos: com a dedicação necessária e ações de baixo custo e alta eficiência, é possível atrair alunos e famílias em uma Campanha de Matrículas para 2016 que se inicie desde já.
Além disso, sabemos que a maioria das ações direcionadas à captação também contribuem significativamente para a retenção dos alunos da escola, o que faz dessas ações ainda mais importantes.
  1. Aposte em um diferencial atrativo

A primeira pergunta a se fazer é se a escola está oferecendo o que seus alunos e pais em potencial estão buscando. Entenda o que as famílias e os alunos mais valorizam na escola – e invista em fortalecer esse diferencial.

Faça pesquisas com público da escola para entender qual é a característica mais bem percebida por ele. As pesquisas podem ser realizadas formalmente em um formulário físico ou digital, mas também podem acontecer informalmente em meio a conversas com os pais. Descubra por que eles escolheram sua escola ao invés da concorrência – e registre essas respostas.

Lembre-se que a percepção de valor dos alunos e pais varia de acordo com a faixa etária e segmento de ensino, por isso é importante que esse esforço seja realizado em cada uma das etapas.

Com essa informação em mãos, direcione sua divulgação para esse recurso. Mostre que sua escola é a melhor nesse atributo – e deixe de investir na comunicação de outros diferenciais. Pouco adianta, por exemplo, ser a escola mais premiada em campeonatos esportivos quando os pais procuram aprovação em vestibulares – e vice versa.

  1. Envolva toda a escola

É importante que toda a comunidade escolar esteja na mesma página. A equipe de atendimento, os professores, os coordenadores e até a equipe de limpeza precisam compreender o que faz sua escola ser a melhor nesse quesito.

A imagem da escola não é construída apenas na apresentação ou no tour pela escola, ela começa a se desenvolver no momento que a equipe de segurança recebe os pais na entrada da escola.

Os atendentes precisam estar preparados para apresentar e defender seu principal diferencial em todos os detalhes desde a primeira visita, mas toda a escola precisa mostrar que ele é consistente e engloba todos os âmbitos. Com isso, as pessoas deixam de apenas “vestir a camisa” e passam a representar a voz institucional da escola em si.

  1. Desenvolva seu Capital Social

O “Capital Social” da escola pode ser traduzido como uma rede de relacionamentos baseados na confiança e cooperação dos indivíduos, facilitando o acesso à informações como: os valores, os resultados e os principais diferenciais da escola. De maneira prática, o Capital Social é construído a partir do momento em que os seus atuais clientes ficam satisfeitos com os serviços prestados e disseminam uma mensagem positiva da instituição para outras pessoas. Famílias e alunos engajados são capazes de atrair muito mais alunos que uma grande campanha paga.

Lembre-se: Conversação é sinônimo de Conversão. Quanto mais relacionamentos positivos e duradouros sua rede escolar tiver, maior é a possibilidade que ela tem de atrair pais interessados em matricular seus filhos.

Para estimular seu Capital Social, converse com os pais periodicamente para entender suas necessidades e apresentar progressos, crie momentos de interação entre a escola e a família ao longo do ano e desenvolva programas de descontos e recompensas para indicações de pais, alunos e funcionários, de acordo com suas condições atuais.

  1. Mostre os seus resultados. Divulgue-os!

O destaque de uma instituição de ensino está bastante relacionado aos resultados positivos que ela mostra. Busque os melhores resultados da sua escola e mostre-os para o maior número de pessoas possível.
Veja alguns exemplos de resultados que podem ser utilizados:

Alunos:

  • Desempenho no ENEM
  • Conquista de medalhas em provas nacionais
  • Premiação em concursos acadêmicos
  • Aprovação em vestibulares

Ex-alunos:

  • Reconhecimento no âmbito acadêmico
  • Destaque no mercado de trabalho

Famílias:

  • Resultados de pesquisas de satisfação

É importante escolher resultados expressivos, superiores (ou diferentes) dos da concorrência e reconhecidos pelo seu público, assim como falamos no ponto 1. E é essencial que esses resultados sejam divulgados para o público certo: fale com quem quer ouvir você.

Divulgue-os nos meios locais e conte com parcerias com comércios ou conhecidos para espalhar sua mensagem. Você também pode procurar jornais da região que queiram divulgar matérias contando a história de um aluno premiado – e gerar divulgação gratuita e genuína dos resultados da sua escola.

  1. Tenha a internet como sua aliada

Com pouco ou nenhum gasto, é possível conhecer seu público e atrair alunos e famílias através das redes sociais, do seu próprio site e até de e-mails marketing para interessados. Que tal fazer uma breve pesquisa na escola para saber quais canais os alunos e seus pais mais usam? Assim você terá visibilidade de onde pode encontrar potenciais alunos de mesmo perfil.

É importante que a comunicação online permita diálogos de mão dupla: responder os contatos feitos nas redes sociais, formulários do site e e-mails é muito importante para mostrar que a escola é preocupada em prestar um atendimento de excelência e estar próxima do público, além de ser antenada às tecnologias e novas formas de comunicação.

A internet pode facilitar o contato e captação de alunos por meio de processos simples e automatizados. Basta identificar os canais ideais e começar a testa-los para aprender como funcionam.
O que achou das 5 dicas para captação de alunos? Tem mais dicas?
Compartilhe conosco e nos ajude a produzir conteúdos relevantes para apoiar escolas em seus maiores desafios.

Comentários

comentários