Desde sua fundação, a MindGroup estuda – junto a renomados institutos de pesquisa – diferentes projetos que contribuem para a formação de crianças e jovens, envolvendo o desenvolvimento de habilidades e competências, os processos de Ensino-Aprendizagem, as mudanças no cenário da educação mundial e o surgimento de práticas inovadoras no universo escolar.

A nossa comunidade existe com o objetivo de oferecer conteúdos, eventos e estudos que inspirem, orientem e apoiem os profissionais da área da educação em sua busca pela excelência educacional.

Desta vez, escolhemos nos focar no Ensino Médio e pesquisar os contornos que envolvem essa fase da educação nos dias de hoje.

A razão primordial que motiva essa escolha é a transformação recente que o Ensino Médio vem experimentando, principalmente no modelo de gestão pedagógica e administrativa.

As escolas têm, cada vez mais, voltado seus esforços pedagógicos para o desenvolvimento de habilidades cognitivas e socioemocionais e isso se deve não só às tendências mundiais, mas também às iniciativas nacionais de readequar a educação ao século XXI.

Dentre essa iniciativas, reconhecemos a maior: o processo de seleção unificada do ENEM e do SiSU. Juntos, estes projetos têm modificado a base do ensino, principalmente no que se refere ao desenvolvimento de habilidades, já que o exame conta com uma Matriz de Referência de Competências que é amplamente cobrada nas questões propostas.

Para nós, o modelo de prova do exame, portanto, aproxima as escolas daquilo que consideramos como uma “Educação do Futuro”, baseada no desenvolvimento de habilidades, na aplicação dos conteúdos no cotidiano, na formação de professores capazes de lidar com as novas gerações e na formação de futuros profissionais capacitados para lidar com os desafios do mundo atual.

ENEM | Exame Nacional do Ensino Médio: O agente das mudanças no Ensino Médio

O ENEM é hoje o maior meio de ingresso para o Ensino Superior no Brasil, além de permitir o ingresso em algumas universidades do exterior. Por isso, se tornou o principal foco do Ensino Médio.

Diversas Universidades Federais aderiram ao ENEM e ao SiSU como processo seletivo único, a exemplo da UFC, UFPE e UFMG

Em 2015, mais de 8 milhões de pessoas fizeram inscrição para realizar o ENEM

Em 2016, 228 mil vagas foram ofertadas pelo SiSU, que utiliza a nota do ENEM

Em 2016, 131 instituições destinaram parte ou todas as vagas para candidatos do SiSU – incluindo a USP

A importância do ENEM e dos processos seletivos vinculados a ele exige das escolas diversas transformações na preparação dos alunos. Mas não é só isso, o exame também cria novas necessidades nas gestões pedagógicas e administrativas das escolas.

A pergunta é: quais são essas transformações?

A MindGroup está realizando pesquisas para reunir e analisar dados que apontam quais são essas mudanças e seus impactos na Educação Básica Brasileira, levando a respostas para as seguintes questões:

Como o ENEM tem impactado as escolas brasileiras?
Como as escolas estão acompanhando as novas demandas do Ensino Médio e preparando-se para o novo cenário?

O estudo busca, primordialmente:

  1. Entender o impacto dos resultados do exame na escolha de pais e alunos sobre a escola.
  2. Identificar as escolas que se destacaram no exame nos cenários regional e nacional entre 2011 e 2015 e suas causas.
  3. Apontar quais tipos de projetos especializados e intervenções pedagógicas e administrativas têm contribuído para melhores resultados no Ensino Médio.
  4. Analisar quais dessas intervenções são adequadas para diferentes perfis de escolas

Para responder a essas perguntas, estamos analisando:

  • Mais de 15.600 escolas
  • Mais de 300 entrevistas com Diretores e Coordenadores do Ensino Médio
  • Mais de 1 milhão de dados de Matrículas & Proficiência no ENEM
O estudo visa contemplar as seguintes questões:
  • O mapeamento e análise das escolas com bom desempenho e evolução na performance do ENEM, analisando a relação entre tópicos como: saltos de aprendizagem, boas práticas e o crescimento de matrículas;
  • A investigação de tendências do mercado educacional, da preparação e motivação do Ensino Médio, considerando o novo formato de entrada no Ensino Superior;
  • A apresentação dos principais desafios para a transformação do Ensino Médio e dos anos finais do Ensino Fundamental, apontados por gestores escolares;
  • O aprofundamento em processos e resultados obtidos na implementação de projetos que preparam especialmente os alunos do  9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, tanto em escolas públicas quanto privadas;
  • Aponta, em minúcias, as intervenções inovadoras já realizadas em instituições escolares com o objetivo de melhorar o desempenho escolar no ENEM e no nível de proficiência das matérias curriculares.

A intenção geral deste estudo é, justamente, sugerir inovações e melhores intervenções para as escolas, a fim de adaptar o processo de ensino-aprendizagem, de motivação e relacionamento para preparar os estudantes para os novos modelos de avaliação aos quais serão submetidos e para a nova realidade da educação brasileira.

Fique atento aos nossos canais, pois em breve publicaremos mais artigos com revelações do estudo.

O que achou do tema e dos objetivos do estudo? Acredita que as conclusões contribuirão para o planejamento da sua escola?

Conte-nos o que achou nos comentários, sua opinião é importante para que continuemos evoluindo nos estudos a respeito da inovação na educação no Brasil e no mundo.

banner-CTA-pospost

Comentários

comentários